VICE-PRESIDENTE DE ANGOLA APELA PARA COLABORAÇÃO IGREJA-ESTADO

II COMUNICADO DE IMPRENSA DO GABINETE DE COMUNICAÇÃO DO SCEAM SOBRE A XVI ASSEMBLIA PLENÁRIA DO SCEAM EM ANGOLA

LUANDA, 20 de julho de 2016

VICE-PRESIDENTE DE ANGOLA APELA PARA COLABORAÇÃO IGREJA-ESTADO

O vice-presidente de Angola, Engº Manuel Vicente, apelou para uma mais estreita colaboração e cooperação entre a Igreja e o Estado para a construção de uma sociedade mais justa e moralmente erecta.

Dirigindo sua palavra durante a cerimónia de abertura à XVI Assembleia Plenária do Simpósio das Conferências Episcopais de África e do Madagáscar (SCEAM) ontem em Luanda – Angola, o Vice-Presidente expressou a necessidade de dois corpos que em conjunto condenem a violência, o abuso de crianças, imoralidades e outros vícios existentes na sociedade e na família. “Nós vivemos em um mundo de complexidades e ideologias de tal forma que aquilo que acontece em uma parte do mundo tem directa ou indirectamente um efeito sobre a família a sobre a sociedade em geral, em outras partes deste.” Consequentemente ele augurou que a Igreja em África continue a apoiar o Estado na promoção dos valores morais, dos direitos humanos, do respeito mútuo, da democracia e da boa governação.

O Presidente do SCEAM, D. Gabriel Mbilingi, Arcebispo de Lubango – Angola, declarou aberta a Assembleia e forneceu também um breve histórico do SCEAM.

Celebrou o Status de Observador que o SCEAM obteve perante a União Africana (UA) como uma oportunidade para um enriquecimento mútuo dos dois organismos. Espera-se que com este facto as relações ente o SCEAM e os diferentes governos em África se tornem mais próximas através da UA.

Foram pronunciadas ainda mensagens de apreço e de boas-vindas por parte da Nunciatura Apostólica de Angola; MISSIO, Aachen; CAFOD; Serviço de Apoio Católico; Federação Católica Bíblica e a Caritas Internationalis. Outras ainda são: a Federação das Conferências dos Bispos da Ásia; o Conselho Episcopal das Conferências Europeias; a Federação Família e Vida em África e a Associação das Mulheres Católicas de África. (mensagens em anexo) 

A cerimónia de abertura foi precedida pela celebração da Eucaristia na Paróquia da Sagrada Família em Luanda.

Os bispos de África através várias apresentações e oficinas sobre tópicos variados baseados sobre o tema, trabalharam sobre as várias questões pertinentes à família africana, com especial referência aos dois recentes Sínodos sobre a Família e a Exortação Apostólica Pós-sinodal: Amoris Laetitia

Esta manhã (20 de julho de 2016), Sua Excelência Rev. D. Emmanuel Adetoyese Badejo, bispo de OYO e Presidente da Comissão Episcopal para a Comunicação Social da África e do Madagáscar (CEPACS) em sua apresentação sobre A influência dos modernos meios de comunicação e das novas ideologias sobre a família em África, hoje, enfatizou que a Igreja deve absolutamente, estar mais presente no mundo dos meios de comunicação digital, de uma maneira mais consciente e informada e deve exercer todos os esforços para envolver os profissionais e especialistas da comunicação para que dêem maior relevo aos valores da família em seu trabalho.

O bispo exortou a Igreja a celebrar e a “enriquecer” os casamentos e as famílias existentes em toda e qualquer ocasião e a falarem mais abertamente e directamente sobre os benefícios da castidade antes e dentro do matrimónio. A este propósito propôs a realização anualmente de um Dia da Família a nível continental a ser celebrado pela Igreja em África, em colaboração com as organizações Pró-Vida e Pró-Família e outros grupos independentemente de diferentes religiões ou denominações para que se proteja e se nutra a família. ‘A Igreja deve denunciar com firmeza a influência maléfica das novas ideologias essencialmente ateísticas, que procuram desestabilizar o conceito de Deus e da religião seja do discurso, seja da consciência do público’ – concluiu.

Aproximadamente 150 participantes, incluindo Cardeais, Bispos, Secretários Gerais das Conferências Episcopais nacionais e regionais de África, representantes de agências parceiras e de outras Conferências Episcopais, compõem esta Assembleia.

A Assembleia se concluirá com a adopção de resoluções, recomendações, uma mensagem final e um comunicado.  

A Assembleia Plenária acontece em Luanda – Angola, de 18 a 25 de julho de 2016. Esta é a primeira vez que o SCEAM realiza sua Assembleia Plenária em Angola desde que o Simpósio foi criado em Kampala, Uganda – em julho de 1969.

A ultima Assembleia Plenária foi realizada em julho de 2013 em Kinshasa, na República Democrática do Congo, e tinha como tema: A Igreja em África a serviço da Reconciliação, da Justiça e da Paz.

Elaborado por:

Benedict B. Assorow

Director da Comunicação do SCEAM

English
Subscribe to SECAM Newsletter
Church-Family of God in Africa, Celebrate your Jubilee! Proclaim Jesus Christ your Saviour.
Your Information will never be shared with any third party.