AMECEA: os Presidentes das Conferências da AMECEA fazem uma pós Cimeira de Protecção da Criança do Vaticano.

Por Pamela Adinda, AMECEA Online News

O Secretariado da AMECEA sob a liderança do Gabinete do Departamento Pastoral da Protecção da Criança realizou um encontro de consulta de dois dias, de 19 a 21 de Novembro para os Bispos Presidentes das Conferências da Região da AMECEA para continuar a Cimeira sobre “A PROTECÇÃO DE MENORES NA IGREJA” realizado em Roma de 21 a 24 de Fevereiro de 2019.

“Depois da Cimeira de Roma, foi o tempo para os Bispos Presidentes das Conferências da Região da AMECEA terem a oportunidade de reflectir juntos e continuarem o que lá tinha sido debatido e sobre a implementação da instrução que de lá emergiu”, explicou o Padre Makunde.

Ele acrescentou que o encontro foi uma oportunidade para o Secretariado da AMECEA partilhar com os Bispos as recomendações reunidas nas reuniões consultivas com os membros das conferências. “Temos tido reuniões consultivas com o clero da Tanzânia, Zâmbia, Quénia e Malawi. Em todas estas conferências houve algumas recomendações que juntámos e neste fórum partilhamos com os Bispos Presidentes das Conferências”, elaborou o Pe. Makunde, juntando que há intensão de um plano geral de acção para a região que será adoptado pelas Conferências membro de acordo com as suas necessidades.

Falando na abertura da reunião consultiva, o Arcebispo Dom Luke Thomas Msusa, Vice-presidente da AMECEA e Presidente da Conferência Episcopal do Malawi (ECM) expressou o seu contentamento pela oportunidade de reflectir sobre a Cimeira do Vaticano sobre Protecção de crianças.

Ele fez notar a seriedade com que a região da AMECEA tem tratado do assunto. “Quero agradecer ao Secretariado da AMECEA por ‘manter o lume aceso’, o assunto em aberto. De facto, cada criança é um dom de Deus e merece os nossos esforços de protecção e carinho para a capacitarem a conseguir o seu mais completo desenvolvimento. As crianças estiveram e continuam a estar no centro do ministério de Jesus. As Escrituras Sagradas imploram de nós que cuidadosa e carinhosamente deixemos que as crianças venham a Jesus”, afirmou o Arcebispo Msusa.

O Arcebispo Msusa, que é também o Ordinário e lugar da Diocese e de Blantyre, reiterou o facto de o Papa Francisco ter mencionado claramente, com grande carinho e cuidado, passos que a Igreja Universal deve tomar para proteger as crianças e livrar a Igreja de qualquer acusação de abuso de menores. Instou os seus irmãos Bispos na Região a unirem-se para conduzir a Igreja ao bom porto de um ambiente seguro e amigo das crianças.

 

Português
Subscribe to SECAM Newsletter
Church-Family of God in Africa, Celebrate your Jubilee! Proclaim Jesus Christ your Saviour.
Your Information will never be shared with any third party.