A ÁFRICA TEM TODA A RAZÃO PARA CELEBRAR – ARCEBISPO PALMER-BUCKLE

Há cinquenta anos atrás, Bispos Africanos elegeram unir-se, no espírito de colaboração e solidariedade numa organização designada Simpósio das Conferências Episcopais de África e Madagáscar (SCEAM). Em 31 de Julho de 1969, o Supremo Pontífice, Sua Santidade o Papa (agora Santo) Paulo VI, oficialmente inaugurou o SCEAM no Uganda. Perante este quadro, os Bispos Africanos escolheram voltar a Uganda para celebrar, reflectir, ouvir e meditar sobre a missão da evangelização ao longo dos últimos 50 anos, bem como deliberar sobre assuntos afectando o continente colectivamente.

Delegados incluindo Cardeais, Arcebispos, Bispos, Padres, Homens e Mulheres Consagrados e Crentes Leigos viajaram de todas as partes de África para participar no Jubileu de Ouro e cumulativamente 18a Assemblea Plenária do SCEAM, a decorrer em Kampala, Uganda. O evento com a duração de uma semana também atraiu delegados do Vaticano e de outras partes da Europa, bem como dos Estados Unidos da América.

Na sua homilia, durante as Celebrações Eucarísticas de abertura, realizada no Domingo dia 21 de Julho, Dom Gabriel Charles Palmer-Buckle, Arcebispo de Cape Coast, Gana, disse que a Igreja em África tem toda a razão para celebrar  porque já pode se orgulhar de ter cardeais, arcebispos, bispos, padres e consagrados nativos ministrando em África e por toda a Igreja universal.

“De pouco menos de cinquenta bispos, arcebispos e cardeais presentes na inauguração do SCEAM aqui em Kampala, hoje a África tem mais de 500 bispos e arcebispos, e cerca de 25 cardeais ministrando para a Igreja no nosso continente e pela Igreja universal fora. De uma população de cerca de 40 milhões de Católicos, há cinquenta anos atrás, temos hoje toda a razão de celebrar por uma população de mais de 178 milhões no continente, constituindo assim cerca de 17% da Igreja universal,” disse o Arcebispo Palmer-Buckle.

De acordo com o Arcebispo Palmer-Buckle, a Igreja em África é a que mais tem crescido no mundo e é também a mais vibrante em suas celebrações litúrgicas e testemunho à  fé de Jesus Cristo.

Outra razão porque os Africanos devem celebrar é o rápido crescimento da população do Clero local e indígina, de Crentes e Consagrados, grande número da qual está hoje em missão em países da Europa, Estados Unidos, Canadá, Ásia e América Latina.

“A Igreja em África também deve celebrar porque em quase todos os nossos países, contribuimos muito no desenvolvimento humano integral dos nossos povos, através de centenas de hospitais e clínicas, instituições educacionais tais como escolas e institutos de formação, universidades e de programs de formação profissional nos quais também estamos involvidos na formação de consciência das elites políticas e profissionais. Sim, Igreja Família de Deus em África, celebra teu Jubileu!” Afirmou o Arcebispo Palmer.

O evento de uma semana, que teve início com a Missa Inaugural na Catedral do Coração Sagrado, em Lubanga, Kampala, no Domingo do dia 21 de Julho, terá o seu termo no Domingo do dia 28 de Julho com uma outra celebração Eucarístia no Santuário de Namugongo.

As celebrações estão sendo realizadas sob o tema “Igreja Família de Deus: Celebra Teu Jubileu! Proclama Jesus Cristo Teu Salvador!” As actividades da semana incluem preces e reflecções sobre a jornada da fé em Cristo e sua missão de evangelização durante os últimos cinquenta anos na vida da Igreja em África e Madagáscar.

Durante a Plenária, os Membros do SCEAM também farão uma avaliação do seu desempenho, no que diz respeito à mensagem confiada à Igreja em África, e traçar o caminho a frente para garantir que os líderes da Igreja em África tomem sua missão de evangelização com mais zelo e empenho.

 

Português
Subscribe to SECAM Newsletter
Church-Family of God in Africa, Celebrate your Jubilee! Proclaim Jesus Christ your Saviour.
Your Information will never be shared with any third party.